Navigation


RSS : Articles / Comments


Psicologia da Sedução – A Arte da Conquista Aplicada!

23:02, Posted by Dom Juan, No Comment

Olá leitores, começo esse artigo com uma frase de Irwin Federman:

Se você pensar a respeito, as pessoas gostam das outras, não pelo que são, mas pelo que nos fazem sentir.

Acredito que você deve associar sedução a divertimento daqui para frente. Porque a sedução é isso mesmo, divertimento e prazer. E você verá como é divertido testar a reação das pessoas. Não existe nada mais divertido para se fazer no dia-a-dia do que ver como as pessoas reagem a determinados comportamentos. Umas das regras que nunca me esqueço é a seguinte: "AS PESSOAS FAZEM EXATAMENTE O QUE VOCÊ ESPERA QUE ELAS FAÇAM". Esta regra é totalmente ignorada pelos outros cursos de sedução disponíveis na Internet. Para mim, é uma das regras mais importantes da persuasão. Milton Erickson sempre falava isso. No livro "Terapia não-convencional - As técnicas psiquiátricas de Milton H. Erickson" - Jay Haley, comenta que Erickson persuadia seus pacientes apenas esperando que eles fizessem o que lhes pedia (vale lembrar que Erickson algumas vezes pedia coisas totalmente absurdas a seus pacientes).

Certa vez Erickson comentou a Haley: "Os pacientes em geral fazem o que lhes peço com freqüência porque espero que o façam". E não só isso, mas as pessoas também se sentem do modo como você sugere que elas se sintam.

Nossa técnica de sedução se baseia em:

Acompanhar e Conduzir

Bom, vamos para a prática, porque realmente não gosto só da teoria. Saia para rua e
faça um pequeno teste. Experimente cumprimentar duas mulheres desconhecidas. A
primeira você mal vai olhar para ela e vai dar um curto e tímido "Oi". Na segunda
mulher, abra um enorme sorriso e diga um grande e entusiasmado "Olaaaaaaá!!!
Tudo bem com você?". Bom, veja as diferenças. Com a primeira mulher você
realmente não esperou que ela fosse lhe cumprimentar de volta. Já a segunda, você
esperou por um cumprimento do mesmo nível. Aposto que a primeira não devolveu
o "Oi" e a segunda, mesmo admirada, retribuiu da mesma forma o seu entusiasmado cumprimento. Correto?

Sabe porque isso? Porque esse é um padrão humano. As pessoas
sempre agem como nós esperamos que elas ajam.
Outro exemplo é fazer o famoso gesto do aperto de mão para alguém desconhecido.
Aqui temos outro padrão automático. As pessoas mesmo sem lhe conhecer, vão
apertar a sua mão. Tente fazer isso agora e veja.

No Comment